Vice de futebol do Inter se manifesta sobre possível saída de Aguirre e Guerrero

A chegada do Inter à zona de classificação para a Libertadores ficou em segundo plano nas entrevistas coletivas após o empate em 1 a 1 com o Bragantino, nesta quinta-feira (21), no Beira-Rio. O vice-presidente de futebol, Emílio Papaléo, defendeu a sequência de resultados que levou o Colorado ao G-6 e pregou foco total a cada rodada. O dirigente preferiu não projetar contratações e saídas do elenco para a próxima temporada.

— Estamos trabalhando na montagem de um elenco mais competitivo, mas não podemos projetar 2022 sem acabar 2021. Acabamos de sair de um enfrentamento terrível, estamos desgostosos porque produzimos o suficiente para vencer uma das melhores e mais organizadas equipes do campeonato, e só estamos pensando no jogo de domingo contra o Corinthians — declarou, depois do jogo com o Bragantino.

Ainda na atual temporada, Diego Aguirre é cotado no Uruguai para substituir Óscar Tabarez na seleção do país vizinho. Ao longo da última semana, uma série de reuniões entre a Federação Uruguaia de Futebol e a comissão técnica levantaram rumores sobre a ida do treinador do Inter para a equipe. Papaléo negou qualquer possibilidade:

— Não vamos falar sobre hipóteses, vamos falar de fatos. Aguirre é o nosso treinador, já disse mais de 10 vezes que não houve nenhuma sondagem, interesse ou contato da federação uruguaia com o clube, nenhum tipo de proposta.

Guerrero de saída?
A dispensa pedida por Guerrero e atendida pelo Inter completou 10 dias nesta quinta. O atacante peruano foi para a Alemanha tentar recuperar os problemas que afetam seu joelho desde a lesão no ligamento sofrida ainda em agosto de 2020. Com o contrato encerrando em dezembro de 2021, não há expectativa de ver o jogador atuar mais uma vez com a camisa colorada.

— O Guerrero é um excelente atleta e profissional, nos deu várias alegrias em campo, é uma excelente pessoa. O assunto é tratado pelo diretor Paulo Bracks. Não falamos em rescisão, falamos em ajustes para ver o que se pode fazer pela situação médica dele — comentou o dirigente.

Assista a entrevista coletiva com o Vice de futebol do Inter após o empate do Inter contra o Bragantino