Veja o retrospecto do Inter na grama artificial da Arena da Baixada

Desde a inauguração do gramado artificial da Arena da Baixada para a Copa do Mundo de 2014, Inter e Athletico-PR se enfrentaram cinco vezes com ampla vantagem para os donos da casa: três vitórias, um empate e apenas uma vitória do Colorado. Por isso, a comissão técnica, jogadores e direção se preparam para mais um difícil confronto no moderno estádio paranaense. Após a vitória sobre o São Paulo, no último sábado, o técnico Odair Hellmann, em imagens de bastidores liberados pelo clube, pediu “energia positiva” na semana que inicia e para que todos “deixem a alma” no jogo em Curitiba.

“É uma final que nós buscamos e merecemos, só que não conquistamos. O que combinamos é o seguinte: dar a vida lá dentro (de campo). Domingo será de descanso, curtam a família, mas na segunda-feira venham com a alma renovada, com toda a energia positiva dobrada. Vamos deixar a alma lá dentro daquele estádio. O importante é ressaltar o trabalho do grupo, que é o que está fazendo a diferença”, declarou Hellmann.

Analisando os dois times em competições nacionais, o Athletico-PR venceu oito jogos, empatou um e perdeu dois como mandante em 2019. Fora da Arena da Baixada, são duas vitórias, quatro empates e sete derrotas. Em nenhuma das fases anteriores da Copa do Brasil, o Furacão venceu fora de seus domínios. Empate em 0 a 0 com o Fortaleza, nas oitavas; empate em 1 a 1 com o Flamengo e vitória nos pênaltis, nas quartas, e derrota para o Grêmio, na Arena.

Atuando no Beira-Rio, o Inter ainda não perdeu em competições nacionais na temporada. São 11 vitórias e dois empates. A maior dificuldade do Colorado é fora de seus domínios, onde é o 18ª time em pontuação no Brasileiro, com uma vitória, um empate e seis derrotas. Na Copa do Brasil, tem duas vitórias, sobre o Paysandu e Cruzeiro, e uma derrota para o Palmeiras.

“Estar na ponta da tabela (do Brasileiro) disputando duas competições e na final (da Copa do Brasil) é trabalho de vocês. Vamos continuar com o foco e com a energia positiva. Quero todo mundo com o peito pra cima, sorriso no rosto e contagiando o companheiro. Nós vamos para uma viagem juntos e qualquer situação que a gente passe, vamos superar em nome do nosso maior objetivo. Agora, não tem tempo para coisa ruim, nem para negativismo, não tempo para nada. Quem pensar assim, coloca o pé no avião e vamos lá fazer a diferença”, completou o treinador.

O Inter volta aos treinamentos nesta segunda-feira, às 15h30min. Às 21h, viaja para Curitiba, onde treina na terça-feira, às 18h30min, na Arena da Baixada. No mesmo local, mas às 21h30min, de quarta-feira, ocorre a primeira final da Copa do Brasil. O jogo de volta está marcado para o Beira-Rio no dia 18, no mesmo horário.