Torcedores do Flamengo fazem foguetório em frente ao hotel do Inter e são presos

A decisão entre Inter e Flamengo, neste domingo (21), no Rio de Janeiro, tem diversos aspectos registrados em competições de mata-mata: mistério nas escalações, pressão na arbitragem e até o velho foguetório para perturbar o sono dos jogadores do time rival.

Nesta madrugada, por volta de 2h45, uma bateria de fogos de artifício deixados próximos a alguns carros estacionados na Avenida Atlântica, na Praia do Leme, acordou parte dos hóspedes do Hotel Windsor, que recebe desde a tarde de sábado a delegação colorada.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMERJ) que faz a segurança do local imediatamente saiu em busca do veículo branco com os suspeitos, mas num primeiro momento não teve sorte em alcançá-lo.

Dez minutos mais tarde, uma nova carga de fogos foi detonada quase no mesmo local e desta vez a PMERJ conseguiu deter o veículo e deteve três suspeitos de serem os responsáveis pelo foguetório. O trio foi encaminhado para a 12ª Delegacia de Polícia em Copacabana, assim como o veículo Fiorino branco que ainda tinha mais alguma carga para ser detonada.

Inter e Flamengo jogam neste domingo, às 16h, no Maracanã. Com 69 contra 68 pontos, os gaúchos precisam vencer para garantir o título com uma rodada de antecipação, enquanto os cariocas lutam pela vitória para assumir o primeiro lugar.

Asssita uma das sessões de foguetório na frente do Hotel do Inter