Published on

InícioNotícias do InterTaison não segura às lagrimas ao lembrar drama que viveu no Internacional:...

Taison não segura às lagrimas ao lembrar drama que viveu no Internacional: “Ninguém sabia”

No Podcast DDD 53, no YouTube, o atacante Taison se emocionou ao relembrar o período difícil que enfrentou em sua última passagem pelo Inter, entre 2021 e 2022. Durante essa época, ele perdeu tanto o pai quanto o irmão. Atualmente jogador do PAOK, da Grécia, Taison confessou que considerou várias vezes abandonar a carreira devido a esses problemas pessoais.

“Primeiro, perdi meu pai, que estava com câncer e internado na UTI. Naquela época, eu jogava pelo Inter e mantive essa situação em segredo. Ninguém sabia, nem os torcedores, nem o clube, exceto meu empresário, família e amigos próximos. Um dia, meu empresário me ligou e disse: ‘Vem para Pelotas, seu pai está na UTI’. Fui imediatamente. Ao chegar no hospital, senti que meu pai já não estava mais presente. Foi o momento mais difícil da minha vida. Vi meu pai deitado na maca, segurei sua mão, mas não consegui dizer nada”, lamentou Taison.

Recentemente, Taison se consagrou campeão grego com o PAOK, clube com o qual já renovou contrato para a próxima temporada. Ele revelou que só conseguiu “voltar a sorrir na Grécia”.

“Depois daquela cena com meu pai, não queria fazer mais nada na vida. Todos os dias eu dizia que não queria mais jogar futebol. Em seguida, perdi meu irmão. Pensei: ‘Chega, não quero mais jogar’. Após os treinos, me trancava no quarto. Durante os jogos, era vaiado e não conseguia nem sair nas ruas, porque as pessoas me criticavam. Comecei a acreditar nessas críticas. Decidi deixar o Inter e, na Grécia, consegui voltar a sorrir”, complementou Taison.

Assista ao momento que Taison fala sobre o drama pessoal, na época do Inter:

Valores, liderança contestada e proposta grega: as razões por trás da saída de Taison do Inter

A segunda passagem de Taison pelo Inter foi oficialmente encerrada após o Inter divulgavar uma nota oficializando a saída antecipada do atacante. A rescisão foi resultado de uma combinação de fatores, incluindo a duração curta do contrato e questões nos bastidores.

Apesar de Taison ser um profissional comprometido, fontes informaram que sua liderança no clube gerava questionamentos. O ambiente no vestiário mudava dependendo se Taison era titular ou reserva, refletindo nas dinâmicas do grupo.

O incidente da greve dos jogadores antes de um treino também foi um ponto de tensão. Taison foi acusado de liderar o movimento devido ao atraso nos pagamentos, embora ele tenha negado ser o responsável. Esse episódio esfriou sua relação com a torcida e a direção do clube.

Outro fator crucial para sua saída foi o custo-benefício. Retornando ao Beira-Rio em abril de 2021, Taison tinha um dos maiores salários do elenco, o que não se alinhava com o planejamento atual do clube nem com seu desempenho em campo.

A expectativa era que Taison liderasse o time rumo a títulos, mas isso não se concretizou. Ele sofreu várias lesões e perdeu espaço para outros jogadores como Alan Patrick e Mauricio, que assumiram o protagonismo na equipe.

Em dezembro, o Inter tentou uma aproximação com Taison para explicar a nova situação. Seu contrato expirava em 30 de abril e o clube achava ideal antecipar a rescisão para que o jogador pudesse encontrar um novo destino antes do fechamento das janelas de transferências.

A direção do clube, ciente da necessidade de manter a imagem positiva de Taison, tratou o assunto com cuidado. Havia um reconhecimento pelo esforço do jogador em retornar ao Beira-Rio em 2021, algo valorizado pelos dirigentes.

Além disso, o clube tinha pendências financeiras com Taison, o que tornava necessário um acordo. O interesse do PAOK, da Grécia, facilitou a decisão, oferecendo a Taison a chance de jogar em um time com visibilidade e recuperar seu prestígio.

Em sua segunda passagem pelo Colorado, Taison teve como destaque o gol no Gre-Nal do Brasileirão de 2021, que ajudou a rebaixar o Grêmio. Desde seu retorno, participou de 63 jogos, marcou oito gols e deu cinco assistências.

No total, somando as duas passagens, Taison jogou 200 partidas pelo Inter, marcou 44 gols e fez 23 assistências. Ele conquistou títulos importantes como a Libertadores (2010), a Copa Sul-Americana (2008) e dois campeonatos gaúchos (2008 e 2009) durante sua primeira passagem pelo clube.

Redação Mundo Colorado
Editor-chefe do Mundo Colorado. Formado em Jornalismo pela UFRGS. Um Colorado Apaixonado com mais de 10 anos de experiência em Portais de Notícias.

Últimas notícias do Inter:

Mais lidas da semana:

© Copyright 2019-2024 Portal Mundo Colorado. Todos os direitos reservados.

© Copyright 2019-2024 Portal Mundo Colorado. Todos os direitos reservados.

Latest articles

Mohammed bin Salman quer pagar um dos maiores salários do mundo para ídolo do Internacional

A diretoria do Internacional, liderada por Alessandro Barcellos, está acompanhando de perto uma possível...

Sobre o atacante titular contra o Botafogo que pode estar de malas prontas para deixar Beira-Rio

O empresário de Lucas Alario, que foi titular do Inter ontem (20), contra o...

Campanha ‘Jogando Junto’ é citada e Renato Portaluppi fica irritado com resposta do Inter

Devido as enchentes que atingiram o RS nos meses de maio e junho, o...

Inter encaminha venda de Wanderson por quase o dobro do valor que pagou

O atacante Wanderson chegou ao Internacional com uma reputação de artilheiro. Filho de Wamberto,...

© Copyright 2019-2024 Portal Mundo Colorado. Todos os direitos reservados.