Maurício Saraiva detona o time do Inter “Fiasquento”

744

Na última quarta-feira (31/01), O Internacional enfrentou uma derrota surpreendente para o Guarany de Bagé, e a atuação decepcionante do time misto não passou despercebida. Maurício Saraiva, em sua análise contundente, foi além e categorizou o Internacional como “fiasquento” diante da determinação do Guarany.

“Não há por onde justificar uma derrota do misto do Inter contra o titular do Guarany em Bagé. O gramado era aceitável. Hostilidade, nenhuma. Enquanto o anfitrião suava em bicas para ganhar do gigante, o visitante trotava na empáfia de crer ganhar quando quisesse,” destacou Saraiva.

O jornalista apontou Gabriel Barros e o mundialista Mercado como os responsáveis por uma atuação abaixo do esperado, ressaltando que nem mesmo a entrada da “cavalaria” pelo técnico Coudet conseguiu reverter o resultado. Para Saraiva, o Inter teve diversas oportunidades para empatar, mas o primeiro tempo foi classificado como “desprezível”, sem justificativas plausíveis mesmo considerando a fase de pré-temporada.

Ao Guarany de Bagé, Saraiva prestou reconhecimento pela entrega comovente que resultou na primeira vitória no Gauchão, um resultado que pode ser crucial para evitar a queda. O contraste com a atuação convincente do Inter titular contra o Ypiranga ressalta as incertezas em torno do desempenho do time colorado.

“Bravo Guarany, Inter Fiasquento,” proclamou Maurício Saraiva, expressando de forma incisiva sua opinião sobre o desempenho do Internacional nesta partida. Esse é o cenário preocupante que o Internacional enfrenta após a derrota para o Guarany de Bagé, e as críticas contundentes de Saraiva destacam a necessidade urgente de melhorias no desempenho da equipe.