Jogo do Always, adversário do Inter na Libertadores é marcado por pancadaria na Bolívia

O Always Ready, atual campeão boliviano e adversário do Inter na estreia da Libertadores, está sem técnico. Após o empate em 1 a 1 com o Nacional Potosí, no sábado (10), o presidente Andrés Costa foi até o vestiário comunicar pessoalmente o fim do trabalho do técnico chileno Sebastián Núñez. As informações são da imprensa local, que acompanhou a entrevista do dirigente depois do jogo no Estádio Villa Ingenio, em El Alto.

— (Núñez) já não continuará, lamentavelmente. Tivemos muita paciência. Sempre vamos escutar a torcida. Sofremos a perda dos dois pontos, mas vamos sair deste momento ruim — declarou Andrés Costa, que depois teria dito que era cedo para tirar o técnico chileno do cargo, segundo jornais locais.

O uruguaio Sebastián Gularte abriu o placar para os visitantes, e o gol do empate dos donos da casa foi marcado pelo argentino Javier Sanguinetti. Foi apenas o quarto jogo da temporada boliviana. O Always Ready tem duas vitórias, um empate e uma derrota, soma sete pontos e ocupa a quinta colocação. O jogo contra o Inter está marcado para as 19h15min do dia 20 de abril.

Cenas lamentáveis
Dentro de campo, na cidade de El Alto, a mais de 4 mil metros do nível do mar, a partida ficou marcada por uma pancadaria generalizada que começou no apito final. A confusão teria começado com provocações aos torcedores nas arquibancadas e virado violência física no banco de reservas.