Inter abre negociações com Charles Aránguiz

O Inter tem conversas em andamento para repatriar o volante Charles Aránguiz, 33 anos. O jogador deseja retornar ao Beira-Rio e tenta liberação sem custos do Bayer Leverkusen-ALE na janela de julho. Apesar do otimismo das partes envolvidas, o principal obstáculo ainda é o alto salário do chileno, superior a R$ 1 milhão mensais.

Aránguiz tem contrato com os alemães até junho de 2023 e, em janeiro, já poderá assinar um pré-contrato com qualquer outro clube. Contudo, o chileno deseja retornar à América do Sul e, por isso, tenta um acordo para ser liberado imediatamente e sem custos.

Pela boa relação com os dirigentes do Bayer Leverkusen, o estafe do chileno está otimista em relação ao negócio. Afinal, o atleta não irá renovar o vínculo e, aos 33 anos, é improvável que os alemães consigam vendê-lo no mercado.

Desta forma, o grande obstáculo para o retorno do volante ao Inter é o alto salário. Mesmo tendo boas opções no meio-campo, a direção colorada está disposta a fazer um esforço por conta da qualidade do jogador, considerado um reforço diferenciado para tornar o time de Mano Menezes mais competitivo no Brasileirão e na Copa Sul-Americana.

Destaque da Universidad de Chile no título da Copa Sul-Americana 2011, Aránguiz atuou no Inter entre 2014 e 2015, sendo bicampeão gaúcho e destaque dos times de Abel Braga e Diego Aguirre. Em 2015, o chileno foi vendido ao Bayer Leverkusen por 13 milhões de euros (R$ 48,9 milhões, na cotação da época).

Após sete anos na Alemanha, Aránguiz ensaia um retorno ao Beira-Rio há pelo menos três anos. Em 2019, o volante chegou a ter conversas avançadas com o vice de futebol da época, Roberto Melo, mas não obteve a liberação e acabou renovando com o Bayer Leverkusen.

A ideia, porém, permaneceu de pé na gestão do presidente Alessandro Barcellos. Desde o ano passado, o gerente de mercado Deive Bandeira mantém conversas frequentes com o representante de Aránguiz, André Cury, para articular um retorno do chileno.

A negociação deve ser intensificada a partir da próxima semana, já que o Campeonato Alemão termina neste sábado (14), quando o Bayer enfrenta o Freiburg. Independentemente do resultado, o time de Aránguiz já garantiu o terceiro lugar e a vaga na Liga dos Campeões da próxima temporada.