Gabriel quebra o silêncio e critica decisões da direção do Inter

939

O período de transferências encerrou-se no último dia 7 de março no Brasil. E um dos clubes mais ativos no mercado foi o Internacional, que, nesta temporada, realizou 10 contratações com o objetivo de retomar a hegemonia no Campeonato Estadual, nacional e até mesmo na Copa Sul-Americana.

Entre os reforços do Clube do Povo estão o goleiro Ivan, ex-Ponte Preta, o zagueiro Robert Renan, o lateral-esquerdo Alexsander Bernabei, e os volantes Fernando, Thiago Maia e Bruno Gomes, além do meio-campista Hyoran e os atacantes Wesley, Rafael Borré e Lucas Alario.

Entretanto, a maioria dos jogadores chegou apenas na reta final da janela de transferências, como Thiago Maia, Fernando, Rafael Santos Borré e Alexsander Bardabei.

Com a chegada de Thiago Maia, vindo do Flamengo, e de Fernando, que deixou o Vila Nova, reforçando o elenco de Eduardo Coudet, um jogador que já foi muito querido pela torcida pode estar de saída do Time do Povo em breve.

A diretoria do Internacional emitiu uma nota após as contratações, anunciando que o volante Gabriel, que já havia ficado de fora do último jogo do Colorado no Campeonato Gaúcho, passaria a treinar separadamente.

Em uma entrevista com o jornalista Vagner Martins, o volante Gabriel, cada vez mais sem espaço com Eduardo Coudet, comentou sobre as chegadas dos volantes Fernando e Thiago Maia ao Internacional nesta janela de transferências, minimizando sua situação.

Gabriel, que tem contrato com o Internacional até o final de 2025, afirmou que se considera pelo menos no mesmo nível da dupla recém-contratada e não concorda com a ideia de estar em desvantagem antes mesmo de uma disputa interna.

“Eu não estava acompanhando eles, mas conheço meu potencial e não concordo que estejam melhores do que eu antes de uma competição justa”, argumentou Gabriel, confirmando também ter tido uma conversa com Eduardo Coudet, na qual o treinador justificou questões de “preferências” para excluí-lo dos planos.

O Vasco tentou a contratação de Gabriel nesta janela de transferências, mas as negociações não avançaram. Com a chegada dos novos volantes e a polêmica declaração do meio-campista, é provável que o jogador dispute o Brasileirão em outro clube.

Segundo o portal Transfermarkt, Gabriel está avaliado em €2 milhões (aproximadamente R$12 milhões na cotação atual). O jogador já parece considerar uma mudança de clube como uma possibilidade favorável.