Diego Aguirre fala sobre a possibilidade de deixar o Inter e revela busca por contratações

Quando Diego Aguirre veio para o Inter em 2015, já era apontado como um dos sucessores possíveis de Óscar Tabárez na seleção do Uruguai. Os anos passaram e o jovem treinador fez carreira no Brasil. Seis anos depois, Tabárez tem seu cargo na celeste olímpica ameaçado pela sétima colocação nas Eliminatórias, e o comandante colorado volta a ser sondado pela imprensa uruguaia como solução para levar a equipe nacional para a Copa do Mundo do Catar em 2022.

— Não tenho na minha cabeça outra coisa que não seja o Inter. Não recebi nenhuma ligação. Não tenho nada que tenha que pensar. Estamos planejando e falando sobre possíveis contratações. Estamos esperando o que acontecerá em termos de classificação para a Libertadores — disse Diego Aguirre, em entrevista coletiva após a derrota para o Cuiabá por 1 a 0, nesta quarta-feira (17), pelo Brasileirão:

— Isso está atrapalhando um pouco. Estamos trabalhando e projetando 2022. Isso não muda nada. Estou totalmente focado em acabar bem os últimos jogos e classificar para a Libertadores. Temos de estar focados e conseguir os resultados. Estamos sendo irregulares. Temos rapidamente de melhorar — complementou.

A seleção do Uruguai precisa bater Chile, Peru e Colômbia para chegar na quarta colocação das Eliminatórias e garantir vaga no mundial do ano que vem. Ainda que apenas um ponto separem estas quatro equipes, os comandados por Tabárez estão pressionados para cumprir tal missão nas quatro rodadas que restam.

Contratações
Indício de sua permanência no Beira-Rio em 2022, Aguirre quase apontou qual o perfil de contratações espera receber no Inter para a próxima temporada. Porém, preferiu elogiar os líderes do atual elenco e projetar o comprometimento que o torcedor verá em campo para que as cinco rodadas restantes classifiquem a equipe para a Libertadores.

— Nós temos jogadores experientes. Temos o Edenilson, o Dourado, o Cuesta, o Mercado. São jogadores experientes. O Lindoso também. Temos de ver as necessidades do time. Estamos trabalhando para isso. Seguramente, vamos fazer incorporações, mas acho que não é o momento de falar isso agora. São 20 dias para o fim do campeonato. Foi um ano longo para todos. Agora o foco é nos próximos jogos, tentar ganhar e alcançar o objetivo de classificar para aí sim pensar no que vem pela frente — comentou.

Assista a entrevista Coletiva de Diego Aguirre