Coudet pede desculpas por expulsão e reclama do gramado em vitória do Inter

704

Na vitória do Inter sobre o São José por 1 a 0 neste domingo (11), no Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre, o técnico Eduardo Coudet enfrentou não apenas os desafios em campo, mas também as condições do gramado e os ânimos exaltados durante a partida.

Coudet não poupou críticas ao estado do gramado, lamentando as dificuldades que isso trouxe ao jogo. “Muito difícil ter um espetáculo aqui, muita segunda bola, difícil de jogar. Não gosto de jogar nesse tipo de gramado”, desabafou o treinador argentino após o jogo.

A partida ainda reservava mais emoções, mas nem todas positivas. Antes do intervalo, Coudet e o técnico do São José, China Balbino, se envolveram em uma confusão que resultou na expulsão de ambos. Apesar disso, o Inter conseguiu garantir a vitória com o gol marcado por Carlos De Pena.

Após o jogo, Coudet reconheceu sua atitude e pediu desculpas pela perda da razão. “Pedir desculpas por perder a razão, por reclamar na frente do banco do rival, me excedi. No momento senti que foi uma jogada muito feia, não para o Inter e sim para o futebol”, explicou o técnico, demonstrando humildade ao reconhecer o erro.

Com a expulsão, Coudet terá que assistir à próxima partida do Inter contra o Brasil de Pelotas, na quarta-feira (14), do camarote, sem poder estar à beira do campo para orientar seus comandados. Será uma ausência sentida, mas o técnico espera que sua atitude não prejudique o time, e que a Federação considere o contexto na hora de avaliar o ocorrido.

Assista a entrevista de Coudet pós-jogo: