Confirmada a infecção por coronavírus no presidente do Inter

O presidente do Inter, Marcelo Medeiros, testou positivo para Covid-19, doença provocada pelo coronavírus. O mandatário passou por exame na última segunda-feira, com suspeita de ter contraído o vírus. Desde então, esperava o resultado recluso em sua casa em Porto Alegre.

A informação foi divulgada pelo clube em um boletim médico na tarde desta sexta-feira. Conforme a nota, o presidente não apresenta mais sintomas da doença e permanecerá um total de 14 dias em isolamento e repouso, conforme o protocolo dos órgãos de saúde.

Inicialmente, o resultado definitivo do teste estava previsto para sair na quarta-feira. Mas a análise atrasou por conta da alta demanda de exames. A contraprova foi enviada para São Paulo. Em um breve contato pela manhã, o presidente disse que se sentia bem e apenas aguardava o parecer médico. Após a confirmação do resultado, ele se manifestou no Twitter:

Na última quarta-feira, o clube informou que Medeiros já apresentava “grande melhora” em seu estado de saúde. Um resultado preliminar indicou que o presidente teria testado negativo para o coronavírus.

Medeiros sentiu dor de cabeça e febre na última segunda e resolveu fazer o exame à tarde, no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre. De lá, ele foi direto para casa.

Aos 59 anos, o presidente do Inter não participou da reunião na sede da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) que decidiu pela suspensão do Gauchão por 15 dias, na última segunda-feira. A Libertadores também está interrompida devido à pandemia do coronavírus ao menos até 5 de maio. O Inter paralisou suas atividades por tempo indeterminado desde a terça-feira.